quarta-feira, 21 de julho de 2010

Importante é ser uma Grande Pessoa!

 
Estou vendo suas fotos mais recentes e babando sobre essa obra-prima divina. Nossa, como você cresceu e se tornou uma mulher maravilhosa, meu amor! Eu me lembro do dia em que o exame apontou um “positivo” enorme no meu rostinho de anjo de 18 anos. Passado o susto, a expectativa com a sua chegada era tanta para uma menina, que ainda brincava de boneca, e para uma mulher, que fazia planos para um futuro breve, mas sua estada dentro de mim criou um novo horizonte. Eu desvendava, em meio a tantas descobertas, o valor de recriar a vida, de perceber a divisão de meu ser em outra existência.
Aquela carinha gorducha e os grandes olhos negros que se tornaram verdes depois, vieram naquele momento logo depois do chorinho que despertou em mim uma felicidade que nunca mais saboreei com aquele mesmo gosto. Felicidade única, incomparável, deliciosamente minha.

“Parabéns, Dani! É uma moça!” Essas palavras, em meio ao cansaço e à limitação de meus movimentos, nunca mais vou esquecer. Queria chorar, mas nada podia borrar minha vista para o encontro que nos aguardava e foi mágico. Eu queria uma menina, eu desejava imensamente essa menina que Deus me deu e eu sabia porque queria. Eu te amei mesmo antes de você existir e te esperei a qualquer momento de minha vida, porque meu coração dependia de ter você para eu ser completamente feliz. Eu queria você, menina! Eu pensava que era gente antes, mas só fui descobrir que era alguém quando recebi você de presente!

Nada ficou na memória tão forte como a alegria de te dar o primeiro alimento de meus seios, o abraço de proteção, o beijo com a boca quente, a troca de olhares que se perdiam de tanta paixão.

Você cresceu e se tornou uma criança plácida, inteligente, observadora, alegre sempre e aos poucos foi exibindo uma personalidade corajosa, justa, elegante, bondosa. Se transformou nessa mulher encantadoramente especial.

Eu queria uma menina, mas mais do que isso, desejei que você tivesse uma beleza incomparável de coração, de alguém capaz de se doar para transformar qualquer universo em algo sempre muito agradável; com capacidade de respeitar todas as formas de vida com a mesma intensidade, simplesmente porque são criações divinas e porque, abaixo dos céus, somos todos iguais na oportunidade de aprendizado espiritual; que possibilitasse a alegria na chegada e o bem-estar na partida, porque importante é o esforço que se despende para deixar tudo aquilo de bom na vida do outro; que fosse intensamente composta de felicidade, paz e amor e pudesse dividir esses sentimentos naturalmente com sua presença, porque é disso que todos precisam.

Alguém que soubesse valorizar os dois legados mais importantes que eu poderia lhe deixar: raízes – para que saiba de onde vem e para onde pode sempre voltar - e asas – porque liberdade, seja de viver, pensar ou sentir, é um grande tesouro.

Eu queria uma menina iluminada, que fizesse diferença no mundo... e descobri que, mais importante, era que essa criança se tornasse uma Grande Pessoa. Foi o que ganhei. Deus me deu muito mais do que pedi e me mostrou a importância da fé nas coisas que se deseja e a crença na verdade do resultado desse querer. Sou muito grata por isso. Sou grata principalmente pela oportunidade que a vida me dá todos os dias de abrir os olhos ao acordar e poder vê-la mais uma vez, tão linda. Sou grata por sua existência, minha filha, cheia de graça, dona do meu universo, do meu imenso amor.




Não me canso de olhar!
Como é linda a minha Mariana!
 
 
 

8 comentários:

Mari disse...

Mãeee o orgulho é todo meu de ter vc como minha rainha mãe!! vc é uma pessoa iluminada por Deus, seu brilho nunca vai ser apagado nunca deixee isso acontecer, vc é demais e te amo muito =D beijos e beijos

Lokinho.vr disse...

Daniii, desculpa a expressão.. mais vc eh PHODAH com as palavras... mto mto mto.... (fiquei sem palavras)perfeita.. adorei o q escreveu para Mariana..ah e parabéns pela linda filha que tem!!

super beijo querida! fica com DEUS (f)

Fábio disse...

O que é mais lindo nesse post? Eu não sei!
Será a Mariana, será a Dani ou esse texto?
Definitivamente eu não sei!
Parabéns Dani, que lindas palavras, que linda filha, que tem o seu olhar e com certeza a sua luz!
Adorei! Bjoooos!!!
Fábio Gibelli

mariacelestedondelli disse...

Nossa Dani!!!! Como sempre fez uma obra maravilhosa!!! Me lembro a 8 anos, quando te conheci, como falava com orgulho e carinho da sua filhota, essa que hoje se mostra uma grande mulher...Parabéns para as duas!!!

Bjosss

jocimara disse...

Dani, que linda: você, sua filha e suas palavras!!! Fiquei emocionada.
E que cumplicidade de vocês duas!!!
Realmente ser mãe é uma bênção, penso que não seríamos nada, não fosse esse Sopro de Deus em nossas vidas!!
Um beijo especial pra você!!

simone disse...

Parabéns Dani...pela bela filha, pelo belo texto que demonstrou teus sentimentos mais puros e verdadeiros de mãe. Tuas palavras fez-me lembrar dos tempos que escrevia para minha filha antes mesmo dela ter nascido, fez recordar e sentir novamente a emoção maravilhosa gerar outra vida, e de amar tanto aquele ser que está dentro de nós, tendo a certeza de que o momento do nascimento, é o reencontro de duas almas que se amam muito...Parabéns Dani, e obrigada por ter-me feito relembrar tão belo momento com a tua tão bela história! Mesmo te conhecendo pouco e apenas virtualmente já te admiro muito menina! muitas bençãos para ti e tua linda filha, SUCESSO!!! Paz e Luz
simone confani

dandonota disse...

Nossa, emocionantes as palavras... lindas, como vc e sua filha! Fazia tempo que não visitava este espaço, a foto de papel de parede caiu muito bem! E agora me dei conta de que não tinha linkado vc nos meus Blogs Favoritos do Dando Nota. Vou fazer agora! Bjos e parabéns!

Rita Puerta disse...

Linda demais essa minha prima Mariana! Tem a quem puxar né, Dani! Maravilhosa!
Bjos